A secretária brasileira de Sócrates

Sócrates arranjou uma secretária brasileira. A rapariga apaixonou-se pelo político. Falou com ele, pediu-lhe ajuda, e ele como já tinha ajudado tanta gente, por que não ajudar mais uma.

Certo dia, depois do expediente, ela entrou no gabinete dele, com um vestido provocante, bem decotado. Fechou a porta atrás de si e caminhou até à secretária de Sócrates e propôs-lhe:
- Senhor primeiro-ministro, vamos fazer uma "sacanagem"?
Responde-lhe Sócrates sem qualquer hesitação:
- Vamos! Onde é que eu assino?